* 4 maneiras naturais de se recuperar de lesões esportivas

* 4 maneiras naturais de se recuperar de lesões esportivas

Após uma lesão ou torção no esporte, os primeiros socorros imediatos são muito importantes. Veja um sumário da abordagem: 


Repouse a parte lesada assim que for atingida, a fim de evitar maiores lesões;

Coloque gelo na área dolorida para diminuir o inchaço e sangramento;

Comprima a área com uma bandagem elástica para limitar o inchaço e sangramento;

Eleve a parte lesada para cima do nível do coração, a fim de aumentar a drenagem de fluídos para fora da área lesada.

Mas isso não é tudo o que você pode fazer. Nos dias seguintes à lesão, você pode melhorar bastante o tempo de recuperação ingerindo nutrientes que diminuem a inflamação e aceleram a cura. Aqui estão quatro estratégias notadamente boas:


1. Vitaminas e minerais que curam

Vários nutrientes são importantes na promoção da cura. A suplementação de vitamina C é importante, visto que ela desempenha um grande papel na prevenção e reparo de lesões. A deficiência de vitamina A está associada à manutenção deficiente de tendões e bursas. Além da C, a vitamina A, zinco, vitamina E e selênio também são importantes, não apenas por suas propriedades de cura de ferimentos, mas também pelo seu efeito antioxidante.


2. Flavonoides

Os flavonoides – um grupo de pigmentos vegetais responsável pelas cores de diversas frutas e flores – são extremamente eficazes na redução de inflamações e no fortalecimento de estruturas de colágeno. O colágeno é uma das principais proteínas em tendões e outros tecidos conjuntivos. Os flavonoides ajudam a manter uma estrutura de colágeno saudável porque (1) diminuem a permeabilidade das veias sanguíneas, reduzindo assim o influxo de mediadores inflamatórios nas áreas danificadas; (2) previnem o dano por radicais livres por meio de propriedades antioxidantes poderosas; (3) inibem o dano ao tecido colagenoso, causado por enzimas que desintegram o colágeno; (4) inibem a liberação de químicos inflamatórios; e (5) reforçam a ligação cruzada natural das fibras de colágeno para torná-las mais fortes. Grandes fontes de flavonoides são a casca de pinheiro ou o extrato da semente da uva. Recomenda-se a ingestão diária de 150 a 300 mg.


3. Bromelina e outras enzimas proteolíticas

A bromelina, o complexo enzimático digestor de proteínas presente no abacaxi, tem sido indicada por promover uma ampla variedade de efeitos benéficos, incluindo a redução de inflamações em casos de lesões ou traumas no esporte e a prevenção de inchaço pós-trauma ou pós-cirúrgico. Um dos estudos mais interessantes a usar a bromelina para tratar lesões ligadas ao esporte envolveu 146 cães da raça boxer. Setenta e quatro receberam bromelina; em 58, todos os sinais de hematomas clarearam completamente em quatro dias. Dentre os 72 boxers que não ingeriram a bromelina, ao final de 4 dias apenas 10 tinham-se curado completamente de seus hematomas. O restante levou de 7 a 14 dias para se curar completamente. Impressionante! Recomenda-se ingerir de 200 a 500 mg, duas vezes ao dia, entre as refeições.


4. Curcuma

A curcuma, o pigmento amarelo do açafrão, possui excelentes efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. Foi descoberto que a curcuma é tão eficaz quanto a cortisona ou a poderosa droga anti-inflamatória fenilbutazona, em estudos com animais. No entanto, enquanto a cortisona e a fenilbutazona estão associadas à toxicidade significativa, a curcuma não possui efeitos colaterais. Uma preocupação relacionada à curcuma foi sua absorção, mas agora existem vários métodos e produtos que melhoram esse seu aspecto. Um desses métodos é complexar a curcuma com os fosfolipídeos da soja para produzir a chamada Meriva. Estudos com outra forma avançada de curcuma, a Theracurmin, mostram uma absorção ainda melhor (pelo menos 27 vezes maior que a curcuma comum). Siga as instruções no rótulo em ambas as formas melhoradas.


Caso apresente uma lesão esportiva que pareça grave, você definitivamente deve consultar o seu médico. Há também várias técnicas de fisioterapia que podem ser muito convenientes na aceleração da recuperação e alívio da dor. Ainda assim, você pode dar por conta própria um pontapé inicial no processo de cura, usando essas quatro estratégias naturais.



Não há produtos neste departamento